Jaguar Land Rover fará elétricos no Reino Unido e confirma próximo XJ.

Jaguar Land Rover fará elétricos no Reino Unido e confirma próximo XJ.

O Brexit ainda é o maior dos males para o Reino Unido, mas a Jaguar Land Rover quer contornar os possíveis custos extras com a saída do país da União Europeia com a produção de carros elétricos. Numa aposta de que as coisas poderão melhorar no futuro, a empresa decidiu modernizar a planta de Castle Bromwich.

Diante também da queda nas vendas de carros diesel, a Jaguar Land Rover aposta que a saída será a introdução de mais modelos elétricos no mercado de luxo e isso se dará com a chegada do próximo XJ em 2020, que a marca inglesa confirmou como sendo puramente elétrico.

O alvo são os clientes que estão de olho no Tesla Model S, apresentando um carro realmente superior em termos de estilo e luxo. Ele será produzido nessa fábrica atualizada, que fará outros modelos da Jaguar e Land Rover nos próximos anos, garantiu a companhia, que é controlada pela Tata Motors.

O Jaguar I-Pace, atualmente o único modelo 100% elétrico do fabricante britânico, é feito pela Magna Steyr, mas em Graz, Áustria. Em relação ao Reino Unido, a diferença é que o custo maior – eventualmente aumentado com o Brexit – será amortizado pelo alto valor agregado do novo Jaguar XJ.

Para dar suporte à produção de carros elétricos na Grã-Bretanha, a Jaguar Land Rover inaugura no próximo ano um centro de montagem de baterias, em Hams Hall, Inglaterra, cuja capacidade será de 150.000 unidades por ano. O volume não deve suprir apenas o XJ elétrico.

Esse novo sedã de luxo e topo de linha, chegará sobre a plataforma MLA de motor e câmbio em longitudinal, que sustentará as próximas gerações de carros das duas marcas, mas com versões plug-in e elétrica. A Jaguar não fala sobre o futuros dos sedãs menores, mas XE e XF podem até se fundir num só para medir forças com o Tesla Model 3, segundo rumores.
Fonte: noticiasautomotivas

2019-07-10